fbpx

Tássia Camargo

Biografia

Tássia Camargo é uma atriz brasileira nascida em Guarulhos (SP) no dia 29 de Janeiro de 1961.

Começou a trabalhar como atriz por acaso, ao seguir o conselho de um amigo e fazer um teste com Antunes Filho. Aprovada, iniciou carreira no teatro na peça Macunaíma, dirigida pelo mestre Antunes Filho, em São Paulo.

Atriz Revelação dos anos 1980, Tássia Camargo estreou nos três veículos nessa época: teatro, televisão e cinema.

A estréia em novelas foi na TV Bandeirantes, em Os Adolescentes (1981), de Ivani Ribeiro. No mesmo ano, mudou-se para o Rio de Janeiro e assinou contrato com a TV Globo.

A explosão na telinha foi em 1984, na Globo, com alta carga de talento e sensualidade como Nicinha na minissérie Rabo de Saia (1984), de Walter George Durst, em que fazia uma das três esposas de Ney Latorraca (Quequé) – as outras duas eram Dina Sfat e Lucinhas Lins. Outro sucesso para o grande público foi como Marina da Glória, na Escolinha do Professor Raimundo, com o bordão chamou chamou. Tieta (1989), de Aguinaldo Silva, foi outro bom momento na telinha. Atuou também em Elas por Elas (1982), O Salvador da Pátria (1989) e Anjo de Mim (1996).

Foi também na década de 1980 que a atriz estreou no cinema em Amor de Perversão (1982), de Alfredo Sternheim.

Tássia Camargo participou ainda de outros filmes nos anos 1980. Em Corpo e Alma de Uma Mulher, de David Cardoso, foi a protagonista Aimé, num filme que reúne outras duas musas dos anos 1970, Helena Ramos e Matilde Mastrangi. Os filmes seguintes são O Filho Adotivo, de Deni Cavalcanti, e o juvenil Banana Split, de Paulo Sérgio de Almeida.

Tem três filhos, Diego (1984), do primeiro casamento, Pedro (1987) e Maria Júlia (1994), com o músico Marinho Boffa, filha caçula que morreu precocemente em 1996, sendo essa uma fase muito difícil para Tássia.

Em 1997, retomou a carreira artística e participou de Meu Bem Querer (1998), O Cravo e a Rosa (2000), Jamais te Esquecerei (2003), Malhação (2005) e Vidas Opostas (2006).

Não faz cinema desde 1988.

Filmografia

1988 :: Banana Split
1984 :: O Filho Adotivo
1983 :: Corpo e Alma de Uma Mulher
1982 :: Amor de Perversão

Bibliografia

Livros:

SILVA NETO, Antonio Leão da. Astros e estrelas do cinema brasileiro. 2. ed. São Paulo: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2010.

Internet:

HISTÓRIA DO CINEMA BRASILEIRO. . Disponível no endereço: http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.