fbpx

Taumaturgo Ferreira

Antonio Taumaturgo Soares Ferreira, em arte conhecido como Taumaturgo Ferreira, é um ator e artista plástico brasileiro nascido em São Paulo (SP) no dia 17 de janeiro de 1956.

Foi office-boy, vendedor de livros, mas curtia mesmo era o personagem Beto Rockfeller, megassucesso de 1968 pela TV Tupi. Em 1973, quando soube que haveria uma continuação da novela, escreveu uma carta para o ator Luis Gustavo e este lhe deu uma oportunidade de participar dos bastidores de A Volta de Beto Rockfeller, aprendendo como se fazia para ser ator como ele mesmo disse. No mesmo ano conseguiu um pequeno papel em Divinas e Maravilhosas, ao lado de Procópio Ferreira e Nathalia Timberg.

Estreou no teatro na peça Um Bonde Chamado Desejo, de Tennessee Williams, com o grupo de teatro amador do Club Athletico Paulistano. Depois da frustrada estreia como ator, trabalhou quatro anos como relações públicas do Banco Mercantil de São Paulo. Mesmo recebendo várias promoções, continuou tendo contato com o pessoal da televisão e estudando no Curso de Teatro Macunaíma, na Casa Mário de Andrade, dirigido por Sylvio Zilber.

Em 1979, recebeu convite para participar de Cara a Cara, primeira novela da TV Bandeirantes, onde fez sete novelas, sua grande escola. Em 1985, foi contratado pela TV Globo e estreou na minissérie Grande Sertão: Veredas, como o Fafafa e no mesmo ano faz sua primeira novela, De Quina Pra Lua.

Estreou no cinema em 1985, no filme Os Bons Tempos Voltaram: Vamos Gozar Outra Vez. Em seguida, atuou Um Trem para as Estrelas, de Cacá Diegues, Kuarup (1989) (1989), de Ruy Guerra; Cleópatra, de Júlio Bressane, entre outros filmes.

Seguiu regular carreira na TV Globo como em Araponga (1990), como Tuca Maia, um grande momento; Renascer (1993), como José Venâncio; Andando nas Nuvens (1999), como Atila; e Celebridade (2004), como Nelito Moutinho. Atua em muitas peças como A Lua de Cetim, de Alcides Nogueira; Hamlet, de Shakespeare, etc.

Em 2006, foi para a TV Record e lá atuou em Cidadão Brasileiro (2006), Caminhos do Coração (2007), Os Mutantes (2008) e A Lei e o Crime (2009), Ribeirão do tempo e José do Egito.

Taumaturgo Ferreira também é artista plástico e vem apresentando suas telas desde 97 em exposições em São Paulo, no Rio de Janeiro e em Porto Alegre.

Foi casado por dois anos com a atriz Malu Mader.

Filmografia

2021 :: Galeria Futuro
2018 :: A Morte do Funcionário, de Guilherme Pau e Biglia
2017 :: Ted e Hanna, de Henrique Saladini
2017 :: Os Parças, de Halder Gomes
2014 :: A Noite da Virada
2007 :: Cleópatra
2001 :: Nelson Gonçalves – o Filme
1989 :: Kuarup (1989)
1987 :: Um Trem para as Estrelas
1986 :: Shock
1984 :: Os Bons Tempos Voltaram: Vamos Gozar Outra Vez (Episódio: Primeiro de abril)

Bibliografia

Livros:

SILVA NETO, Antonio Leão da. Astros e estrelas do cinema brasileiro. 2. ed. São Paulo: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2010.

Internet:

HISTÓRIA DO CINEMA BRASILEIRO. Taumaturgo Ferreira. Disponível no endereço: http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/taumaturgo-ferreira/
MONTENEGRO TALENTS. Taumaturgo Ferreira. Disponível no endereço: https://montenegrotalents.com.br/talentos/taumaturgo-ferreira/

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.