fbpx

Teresa Prata

Teresa Prata é uma cineasta, roteirista e diretor de fotografia nascida em Portugal. É licenciada em Biologia pela Universidade de Coimbra e formada em Argumento e Direção pela Deutsche Film und Fernsehakademie Berlin (DFFB), em Berlim.

Escreveu e realizou os curtas-metragens Uma Questão de Vida ou Morte (1994), Mil Olhos, O Sonhador do Oeste (1996), Leopoldo (1999) e Partem Tão Tristes, Os Tristes (1999).

Como diretora de fotografia, trabalhou em Totensang, curta-metragem de Clara Lopez Rubio, com a qual ganhou o prêmio de Melhor Fotografia no Festival del Cine Experimental de Madrid, em 1999.

Terra Sonâmbula, baseado no romance homônimo do escritor moçambicano Mia Couto, cujo argumento é de sua autoria, foi seu primeiro longa-metragem, com o qual conquistou diversos prêmios.

Em 2021, lançou seu primeiro documentário A Cidade de Portas, codirigido por Humberto Kzure.

Filmografia

:: Filmografia como Diretora ::

2021 :: A Cidade de Portas (codir. Humberto Kzure)
1999 :: Leopoldo (CM)
1999 :: Partem Tão Tristes, Os Tristes (CM)
1996 :: Mil Olhos, O Sonhador do Oeste (CM)
1994 :: Uma Questão de Vida ou Morte (CM)

:: Filmografia como Roteirista ::

1999 :: Leopoldo (CM)
1999 :: Partem Tão Tristes, Os Tristes (CM)
1996 :: Mil Olhos, O Sonhador do Oeste (CM)
1994 :: Uma Questão de Vida ou Morte (CM)

:: Filmografia como Diretora de Fotografia ::

1999 :: Totensang

Bibliografia

Livros:

Internet:

CAU/RJ. Documentário ‘A Cidade de Portas’ será exibido na mostra Cinema Urbana, em Brasília. Disponível no endereço: https://www.caurj.gov.br/documentario-a-cidade-de-portas-sera-exibido-na-mostra-cinema-urbana-em-brasilia/. Acesso em: 13 ago. 2013.
HISTÓRIA DO CINEMA BRASILEIRO. Teresa Prata. Disponível no endereço: https://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/teresa-prata/

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.