fbpx

Trindad… é meu nome (1974)

Sinopse

Trindad é um inveterado conquistador de mulheres, sempre às voltas com maridos traídos. Juntamente com seu irmão Picolino, ele chega à pacata cidade de Pecos, onde os dois são confundidos com bandidos, tendo a cabeça a prêmio. São por isso obrigados a dar caça ao temível fascínora Gringo, que atemoriza a região. Com sagacidade e astúcia, Trindad evita defrontar-se com Gringo e consegue expulsá-lo da cidade. Ele e o irmão transformam-se nos heróis de Pecos.

Elenco

David Cardoso …. Trindad
Bucka, Carlos …. Picolino
Jofre Soares …. Xerife
Edward Freund …. Gringo
Marlene França
Antunes, Fátima
Cúrcio, Francisco
Siqueira, Vossmarline Barbosa
Fernandes, Nadir
Portela, Walter
Ramos, Paula
Astrogildo Filho
Ecourt, Geraldo D’
Barros, Oswaldo
Batatinha
Helena, Rita (miss café)
Rodrigo, Coriolano
Lopes, J. Matheus (indio)
Borges, Antonio Pompeo
Soares, Francisco de Assis
Mariano Sobrinho, Iragildo
Manolo
Zulú
Aguilar

Décourt, Geraldo
Minario, Benedito
Vasques, Antonio
Benites, Pedro
Carvalho, Salete M. de
Correa, Alvino de Sousa
Padilha, Célia
outros

Ficha Técnica

Por trás dos filmes, além dos atores, dos figurinos, das câmeras, da arte, do som e de outros elementos mais facilmente perceptíveis na construção qualquer longa metragem, há também um verdadeiro exército de profissionais dedicados a viabilizar cada detalhe do intrincado quebra-cabeça artístico, operacional, logístico e financeiro da produção audiovisual.

Veja logo abaixo a equipe técnica de Trindad… é meu nome (1974) que o portal História do Cinema Brasileiro pesquisou e agora disponibiliza aqui para você:

Direção: Edward Freund
Argumento: Edward Freund
Roteiro: Hampe, Adilson
Assistência de direção: Hampe, Adilson
Continuidade: Padilha, Célia
Produção: Cury Filho, Elias
Produção executiva: Ary Fernandes
Assistência de produção: Dias, José; Mariano Sobrinho, Iragildo; Rodrigo, Coriolano
Gerente de produção: Mariano, Iragildo
Direção de fotografia: Barros, Reinaldo Paes de
Câmera: Trindade, Wellington
Assistência de câmera: Oliveira, Nicanor
Fotografia de cena: Silva, Hércules B.; Hampe, Adilson
Eletricista: Oliveira, Isidoro F.; Dias, José
Assistente de eletrecista: Coriolano Sobrinho
Direção de som: Macedo, Orlando; Martins, Sergio
Montagem: Feo, Dionira; e Glauco Mirko Laurelli
Figurinos: Ramos, Paula
Cenografia: Siebert, Waldir
Assistencia de cenografia: Minário, Benedito; Ferreira, Mario Pauli
Seleção musical: Tokarski, E.F.
Companhia Produtora: Brasecran Distribuidora e Exportadora de Filmes
Companhia Produtora Associada: Macro Filmes
Companhia Distribuidora: Embrafilme S.A.

Locação: Itu – SP

Bibliografia

Fontes utilizadas:
CB/Transcrição de letreiros-Cat
Guia de Filmes, 49/50/51
ALSN/DFB-LM

Fontes consultadas:
ACPJ/II
Brasil Cinema, 1973

Livros:

Internet:

HISTÓRIA DO CINEMA BRASILEIRO. Trindad… é meu nome. Disponível no endereço: http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/

Observações:
ALSN/DFB-LM informa público de 312.271 pessoas (fonte: Anuário Cinema em Close-Up, 1976).
CB/Transcrição de letreiros: Obs: depois dos letreiros iniciais, o texto:”Em qualquer parte do oeste…leste, norte ou sul. Época… quando quiserem.

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

3 comentários sobre “Trindad… é meu nome (1974)

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.