fbpx

Tristezas não Pagam Dívidas (1944)

Sinopse

Ao morrer, um marido determina à esposa, em testamento, que esta deverá brincar intensamente o carnaval, mesmo não sendo essa a preferência da viúva. Ela ganha a grande herança e o homem a ajuda a gastar farreando pelos bailes de carnaval da cidade e aproveitando a noite. Sem experiência nessa área, conhece um malandro que resolve ajudá-la, interessado no seu dinheiro. Mas este, também viúvo, acaba realmente se apaixonando pela bela viúva.

Foi o primeiro filme de Oscarito e Grande Otelo juntos, embora ainda não formem a dupla que os tornaria conhecidos. É o primeiro filme de Oscarito na Atlântida Cinematográfica.

Elenco

Ítala Ferreira …. Marieta Pilantrina
Emilinha Borba
Grande Otelo …. Dono da Gafieira
Jaime Costa …. Benevides
Linda Batista
Oscarito …. Carlinhos
Blecaute
Restier Júnior
Norma de Andrade
Dilu Dourado
Raul Brunini
Sandro Polônio
Antonio Spina
Antônio Nobre
Marion
Grace Moema
Rafael Almeida
Marília Gremo
Manoel Barcelos
Carlos Frias

Ficha Técnica

Direção: Ruy Costa e José Carlos Burle
Roteiro: Ruy Costa
Direção de produção: Sandro Polônio
Cenografia: Ruy Costa
Fotografia: Edgar Brasil
Som: Jorge Coutinho
Montagem: Waldemar Noya
Trilha: Lírio Panicalli
Companhia Produtora: EDC | Idela Filmes | Atlântida Empresa Cinematográfica do Brasil S.A.
Companhia distribuidora: UCB – União Cinematográfica Brasileira

Bibliografia

Livros:

BASTOS, Mônica Rugai. Tristezas não pagam dívidas: Cinema e Política nos anos da Atlântida. São Paulo: Olhos D’agua, 2001.

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.