fbpx

Um Dia Qualquer (1962)

Sinopse

Carlos é casado com Maria de Belém e, ao perder a esposa, que morre ao dar a luz o primogênito do Casal, passa a vagar pela cidade de Belém, num dia qualquer. As imagens se sucedem contando o cotidiano da cidade, nos Bares (A Maloca – onde acontece a cena de estupro), nos tipos de transporte urbano – onde se vê o transito da Av. Pres. Vargas, invertido, as praças da República e Batista Campos, igarapés próximos da cidade, a feira do Ver-O-Peso, o cemitério da Soledad, a igreja do Carmo e um terreiro de umbanda.

Elenco

Lenira Guimarães
Hélio Castro
Gelmirez Melo e Silva
Conceição Rodrigues
Raimundo Silva
Eduardo Abdelnor
Cláudio Barradas
Maria Gracinda
Luiz Mazzei
Zélia Porpino
Coral Universitário do Pará
(com regência de Nivaldo Santiago)

Ficha Técnica

Por trás dos filmes, além dos atores, dos figurinos, das câmeras, da arte, do som e de outros elementos mais facilmente perceptíveis na construção qualquer longa metragem, há também um verdadeiro exército de profissionais dedicados a viabilizar cada detalhe do intrincado quebra-cabeça artístico, operacional, logístico e financeiro da produção audiovisual.

Veja logo abaixo a equipe técnica de Um Dia Qualquer (1962) que o portal História do Cinema Brasileiro pesquisou e agora disponibiliza aqui para você:

Direção: Líbero Luxardo
Roteiro: Líbero Luxardo
Produção: Líbero Luxardo e Teixeira de Melo
Fotografia: Rui Santos
Câmera: Meldy Melinger
Cenografia: Hélio Alencar
Montagem: João Silva
Música: Waldemar Henrique
Canções: Pixinguinha
Companhia de produção: Líbero Luxardo Produções Cinematográficas
Distribuição: U.C.B. – União Cinematográfica Brasileira

Título Original: Um Dia Qualquer

Cor: Preto e branco.
País/Ano: Brasil/1962.
Gênero: Drama.
Duração: 105 minutos.
Classificação etária: 12 anos.

Bibliografia

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.