fbpx

Utopia e Barbárie (2009)

Trailer

Sinopse

O filme Utopia e Barbárie, de Silvio Tendler é um documentário que trafega por alguns dos mais polêmicos episódios dos últimos séculos. Temas como o Holocausto, as bombas de Hiroshima e Nagasaki, a Revolução de Outubro e o ano de 1968 no mundo, inclusive no Brasil, são retratados com imagens e depoimentos surpreendentes, de quem sonhou e lutou pela liberdade.

Intelectuais, filósofos, historiadores, jornalistas, cineastas, escritores, testemunhas, vítimas e outros tecem este rico painel. O minucioso trabalho, resultante de duas décadas de pesquisa, busca balizar os sonhos desta época de utopia e barbárie.

Com narração de Letícia Spiller, Chico Diaz e Amir Haddad. A trilha sonora, especialmente composta para o filme, é assinada por Caíque Botkay, BNegão, Marcelo Yuka e pelo grupo Cabruêra.

Elenco

Letícia Spiller …. Narração
Chico Diaz …. Narração
Amir Haddad …. Narração
Dilma Rousseff
Franklin Martins
Ferreira Gullar
Rose Nogueira
Augusto Boal
José Celso Martinez
Carlos Diegues
Sérgio Santeiro
Maria do Carmo
Che Guevara
Alberto Dines
Pablo Neruda
Evandro Teixeira
Luiz Carlos Prestes
Leonel Brizola
Roger Rodrigues
General Newton Cruz
Ulysses Guimarães
Luiz Inácio Lula da Silva
Paulo Henrique Amorim
Joelmir Bething
Eduardo Galeano
Leandro Konder
Leonardo Boff
Moacyr Félix

Ficha Técnica

Por trás dos filmes, além dos atores, dos figurinos, das câmeras, da arte, do som e de outros elementos mais facilmente perceptíveis na construção qualquer longa metragem, há também um verdadeiro exército de profissionais dedicados a viabilizar cada detalhe do intrincado quebra-cabeça artístico, operacional, logístico e financeiro da produção audiovisual.

Veja logo abaixo a equipe técnica de Utopia e Barbárie (2009) que o portal História do Cinema Brasileiro pesquisou e agora disponibiliza aqui para você:

Direção: Silvio Tendler
Asssitência de direção, pesquisa e roteiro: Renata Ventura
Construção de roteiro: André Carvalheira, Angeluccia Habert, Arnaldo Carrilho, Carla Siqueira, Carlos Walter Porto-Gonçalves, Julia Machado, Miguel Pereira e Tânia Fusco
Equipes de pesquisa e assistência: Andrá Alvarenga, Clarice Mantuano, Daniel Tendler, Ecatherina Brasileiro, Fabiana Ferreira, Fernanda Guimarães, Gustavo Gadelha, Márcia Paterman, Miguel Lindenberg, Paula Damasceno, Paula Fabiana, Silvio Arnaut, Tainá Ybarra, Terêncio Porto, Thiago Sá Earp, Victor Burgos e Martha Twice
Produção executiva: Ana Rosa Tendler
Montagem: Bernardo Pimenta
Videografismos: Irmãos Vilarouca
Assistência de montagem: Júlia Machado
Administração: Elisa Paiva
Design gráfico da logomarca do filme: Thiago Macedo
Câmeras: Ana Rosa Tendler, André Carvalheira, André Pamplona, Cícero Bezerra, Ecatherina Brasileiro, Fabiana Ferreira, Jonas Ramatis Guimarães, José Manoel G. Amorim, Julia Machado, Miguel Lindenberg, Paula Damasceno, Sérgio Trabucco Ponce, Silvio Arnaut, Silvio Tendler, Tainá Ybarra, Thiago Lima e Victor Burgos
Trilha sonora: Caíque Botkay e Grupo Cabruêra
Trilhas sonoras adicionais: BNegão e JR. Rodrigues, Mario Ferraro, Crescêncio Antunes, Grupo Zemer
Efeitos sonoros e trilha adicional: Claudio Lyra

Prêmios

Prêmio de Melhor direção e Melhor montagem no 4º Festival do Paraná de Cinema Brasileiro Latino (2009);
Prêmio da Juventude no Festival Internacional de Cinema e Vídeo de Vila Nova de Famalicão, Portugal (2010);
Menção honrosa no Festival Internacional Santiago Alvarez in Memoriam (Cuba), em 2010;
Prêmio no Festival Internacional de Filme Político, Argentina FICIP (2012);
Prêmio Araucária de Ouro de melhor diretor, Festival do Paraná (2010).

Bibliografia

Livros:

BROOKEY, Marcia Paterman. História e Utopia: o cinema de Silvio Tendler. Rio de Janeiro: Multifoco, 2010.

TENDLER, Silvio. Quatro baianos porretas: Castro Alves, Milton Santos, Glauber Rocha e Carlos Marighella. Rio de Janeiro: Editora Garamond/ Editora PUC-Rio, 2011.

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

2 comentários sobre “Utopia e Barbárie (2009)

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.