fbpx

Vânia Catani

Biografia

Vania Beatriz Lima Catani, em arte conhecida como Vânia Catani, é uma produtora brasileira nascida em Montes Claros, cidade do interior de Minas Gerais, no ano de 1963. Como produtora, sua carreira nesse setor despontou na década de 90. À frente da Bananeira Filmes desde 1997.

Vânia Catani debutou na produção de longas-metragens em Outras Estórias, longa de estréia do jornalista Pedro Bial. O universo do filme, a obra do mestre Guimarães Rosa, é extremamente familiar para Vânia Catani, pois Guimarães foi o tradutor do homem do sertão mineiro. Outras Estórias levou esse universo para as telas de cinema com sensibilidade por Bial, revelando-se também uma produção cuidadosa.

Antes desse longa, Vânia Catani e Pedro Bial consolidaram premiada parceria com a série de documentários Os Nome do Rosa, uma produção exibida na GNT e indicada para o Emmy Awards 98. O longa, uma adaptação de cinco contos do livro “Primeiras Estórias”, derivou dessa bem-sucedida experiência.

Vânia Catani já vinha de uma longa e importante carreira no audiovisual em Belo Horizonte, com atuação na televisão e no vídeo – foi idealizadora e produtora do Festival Internacional de Vídeo de Belo Horizonte/ Fórum BHZ Vídeo. Além disso, integrou a equipe do filme O Menino Maluquinho, de Helvécio Ratton, em 1994, como assistente de arte de Clóvis Bueno e Vera Hamburger.

Na Bananeira Filmes, Vânia Catani assinou o documentário O Fim do Sem Fim, de Lucas Bambozzi, Cao Guimarães e Beto Magalhães, em 2001. O filme foi premiado no Festival É Tudo Verdade, no Festival de Ceará, no Fórum.Doc.BH e também no Festival de Documentários de Marselha, na França.

Em 2003, Vânia Catani produz o melhor filme lançado em 2004, o arrebatador Narradores de Javé, segundo longa-metragem de Eliane Caffé, importante curta-metragista que se lançara em longa com outro belo filme, Kenoma, em 1998.

Protagonizado por José Dumont, Narradores de Javé é um filme divertido e tocante, verdadeiro gol de placa do cinema da retomada. Tudo é perfeito no filme: a direção, o elenco, o roteiro, e, claro, a produção, assinada pela Bananeira Filmes e co-produzida pela Gullane Filmes.

Narradores de Javé recebeu nove prêmios no Festival de Recife, incluindo Melhor Filme. Foi também Melhor Filme pelo Júri Oficial no Festival do Rio BR; Melhor Filme e roteiro no Festival Internacional de Bruxelas; Prêmio da Crítica no Festival de Fribourg, na Suíça.

Filmografia

:: Filmografia como Produtora ::

2017 :: O Filme da minha vida
2016 :: Redemoinho
2015 :: Mate-me por favor
2012 :: Billi Pig
2011 :: O Palhaço
2010 :: O País do Desejo
2003 :: Narradores de Javé
2001 :: O Fim do Sem Fim
1999 :: Outras Estórias

Bibliografia

Fontes de Referência

Livros:

ALMEIDA, Paulo Sérgio; OLIVEIRA, José Maria de. (org.). Quem é Quem no Cinema. Rio de Janeiro: Iluminuras, 2003.

Internet:

FILMEB. Disponível no endereço: http://www.filmeb.com.br/. Acesso em: 26 de jan. de 2011.

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]