fbpx

Vereda da Salvação (1965)

Manoel, líder de um grupo de camponeses, se vê desesperado quando a estrada grande passa pelas terras deles. Tudo vira uma anarquia e começam a aparecer donos da terra de todos os lados. Sem dinheiro para comprar arame farpado e cercar as propriedades, de repente os camponeses percebem que eles é que estão cercados. E para continuar, foi preciso morar de favor. Os camponeses, que vivem afastados da civilização, sentem-se desiludidos das promessas não cumpridas e voltam-se contra seu líder.

Com o conflito pela posse da terra, os camponeses seguem um líder místico, para quem ‘o pecado vai empurrar o ar do mundo e o sofrimento vai indicar a vereda do paraíso’. O fanatismo aumenta e os camponeses não mais conseguem compreender a realidade, sendo levados ao sacrifício.

Elenco

José Parisi …. Manuel
Esther Mellinger …. Artuliana
Lélia Abramo …. Dolor
Cardoso, Margarida
Maria Isabel de Lizandra …. Ana
Stênio Garcia
Sbano, Anita
Áurea Campos …. Germana
José Pereira …. Onofre
Sbano, José Antonio
Maia, Iola
Marina, Alda
Lopes, Potyguar
Manil, José
Silva, Maria da
Cubana, Terezinha
Nascimento, Eugênio do
Sbano, Silvia
Fregolente, José

Apresentando:
Raul Cortez …. Joaquim

Ficha Técnica

Por trás dos filmes, além dos atores, dos figurinos, das câmeras, da arte, do som e de outros elementos mais facilmente perceptíveis na construção qualquer longa metragem, há também um verdadeiro exército de profissionais dedicados a viabilizar cada detalhe do intrincado quebra-cabeça artístico, operacional, logístico e financeiro da produção audiovisual.

Veja logo abaixo a equipe técnica de Vereda da Salvação (1965) que o portal História do Cinema Brasileiro pesquisou e agora disponibiliza aqui para você:

Direção: Anselmo Duarte
Argumento: Jorge Andrade
Roteiro: Anselmo Duarte
Diálogos: Jorge Andrade
Adaptação: Jorge Andrade
Estória Baseada na peça teatral Vereda da salvação, de Jorge Andrade
Assistência de direção: Garcia, Stênio; Corbisier, José Eduardo
Direção de cena: Jorge Andrade
Continuidade: Amaral, José
Produção: Anselmo Duarte
Gerente de produção: Ricci, Sergio
Direção de Fotografia: Ricardo Aronovich
Câmera: Ricardo Aronovich
Assistência de câmera: Oliveira, Oswaldo de; Kusnetzoff, Hugo
Efeitos especiais de fotografia: Picchi, Paulo
Eletricista: Brino, Gerólamo; Sagatio, João
Maquinista: Pio Zamuner
Técnico de som: Vitale, Antonio
Engenharia de som: Hack, Ernst
Montagem: Mauro Alice
Cenografia: Silva, José Pereira da
Música: Diogo Pacheco
Companhia Produtora: Anselmo Duarte Produções Cinematográficas
Companhia Distribuidora: Cinedistri Ltda.

Dados adicionais de música
Instrumentista: Lima, A. C. Barbosa – solos de viola brasileira

Prêmios

1965 :: Melhor Fotografia (para Ricardo Aronovich) e Menção Honrosa (Esther Mellinger e Raul Cortez), I Semana do Cinema Brasileiro, DF.
1965 :: Melhor Diretor e Música (Diogo Pacheco), Prêmio “Governador do Estado de São Paulo”, SP.
1965 :: Melhor Ator (José Parisi) e Melhor Roteiro (Anselmo Duarte), Prêmio “Cidade de São Paulo”, Júri Municipal de Cinema, SP.

Melhor Fotografia para Aronovich, Ricardo; Menção Honrosa para Cortez, Raul e Mellinger, Esther na Semana do Cinema Brasileiro, 1, 1965, Brasília – DF..
Prêmio Governador do Estado de São Paulo, 1965 de Melhor direção para Duarte, Anselmo e Música para Pacheco, Diogo..
Prêmio Cidade de São Paulo, Júri Municipal de Cinema, 1965, SP de Melhor ator para Parisi, José e Melhor roteiro para Duarte, Anselmo.

Bibliografia

Fontes utilizadas:
CB/Transcrição de letreiros-Cat
Site, Ancine, disponível em: http://sad.ancine.gov.br/obrasnaopublicitarias/pesquisarCpbViaPortal/pesquisarCpbViaPortal.seam, acesso em: 21.05.2019.
CB/Ficha Filmográfica
ACPJ/I
CENS/IV
FBR/16
ALSN/DFB-LM

Fontes consultadas:
RB/AN65
LRB/CP
CENS/I

Livros:

Internet:

HISTÓRIA DO CINEMA BRASILEIRO. Vereda da Salvação. Disponível no endereço: http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/vereda-da-salvacao/

Observações:

ACPJ/I inclui no elenco M. Ester Calipá e Aurea Paiva.
O instrumentista realiza solos de viola brasileira.
A Semana do Cinema Brasileiro em sua terceira edição passou a se chamar Festival de Brasília.
Site Ancine indica o ano de produção de 1964.

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

2 comentários sobre “Vereda da Salvação (1965)

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.