fbpx

Vida e Glória de um Canalha (1970)

Sinopse

FOTO Vida e Gloria de um CanalhaCarvalhinho deixa a vida obscura e sem futuro, como vendedor de produtos farmacêuticos, ao perceber que, com a atração que exerce sobre as mulheres, pode viver folgadamente, sem trabalhar. Uma vizinha, Cristina, solitária e mal amada, sustenta-o com cheques de milhões. A filha da vizinha, uma crente no amor que se suicida porque Carvalhinho não lhe dá atenção num momento difícil, ficará como um pêso em sua consciência. Vera, adúltera irremediável, destrói o marido atirando-se à cama com o anti-herói em sua presença. E Olga, com sua total falta de escrúpulos, inspira-o a roubo de jóias e exploração do lenocínio. Mas Carvalhinho é tão irresponsável quanto medíocre. Cairá vencido antes de amadurecer como cafajeste.

Elenco

Rodrigues, Milton (Carvalhinho)
Lara, Odete (Cristina)
Paes, Clarice (Vera)
Real, Dita Côrte (Irene)
Malvil, Annik (Olga)
Lóes, Dilma (Norma)
Sandrini, Rosa (Dona Regina)
Alberto Salvá …. Noivo de Norma
Wilson Grey …. Acidentado
Gonzaga, Geraldo (Joalheiro)
Melo, D’Artagnan (Luiz)
Pêra, Abel (Farmacêutico)
Neto, Leandro (Jivago)
Gallotti, Antenor (Marido de Vera)
Melo, Angelito (Mr. Borman)
Migliaccio, Flávio (Amante assassino)
Plassing, Heloisa
Valentino, Tino
Gracco, Maurício

Ficha Técnica

Por trás dos filmes, além dos atores, dos figurinos, das câmeras, da arte, do som e de outros elementos mais facilmente perceptíveis na construção qualquer longa metragem, há também um verdadeiro exército de profissionais dedicados a viabilizar cada detalhe do intrincado quebra-cabeça artístico, operacional, logístico e financeiro da produção audiovisual.

Veja logo abaixo a equipe técnica de Vida e Glória de um Canalha (1970) que o portal História do Cinema Brasileiro pesquisou e agora disponibiliza aqui para você:

Direção: Alberto Salvá
Roteiro: Gonzaga, Geraldo
Estória: Baseada no folhetim de Théo de Albuquerque Melo
Produção: Mohr, Geraldo; Matos, Oscar César Caldeira
Produtor associado: Mohr, Geraldo
Gerente de produção: Silva, Vinícius
Assistência de direção: Gonzaga, Geraldo; Leandro Neto
Direção de fotografia: Gonçalves, Antonio
Fotografia de cena: Laiser, Luiz
Eletricista: Goulart, Osvaldo
Assistente de eletrecista: Silva, Gelson
Direção de som: Salvá, Carlos; Muniz, Celso
Som guia: Silvá, Carlos
Técnico de gravações: Barroso, Hélio
Montagem: Alves, Amauri
Maquiagem: Gimenez, Rodolfo
Música: Souza, Ronaldo Pires Monteiro de; Lins, Ivi Guimarães
Direção musical: Neves, Cário Castro
Companhia(s) produtora(s): Eldorado Produções Cinematográficas
Companhia(s) distribuidora(s): Art Films S.A.

Canção
Autor da canção: Neves, Ivan C.

Bibliografia

Internet:

.

Fontes utilizadas:
CB/Transcrição de letreiros-Cat
Guia de Filmes, 27
CB/FIBRA

Fontes consultadas:
ACPJ/II
CB/Recorte Documentação, Manchete, s.d., p. 627-15
ALSN/DFB-LM
Brasil Cinema, 1970

Observações:
Censura 18 anos.
Guia de Filmes 27 informa tratar-se do primeiro longa-metragem de ; indica o tempo de projeção de 45 minutos; baseado em “folhetim publicado em cerca de 150 capítulos nos jornais ‘O Dia’ e ‘A Notícia’ do Rio”.
CB/Recorte Documentação informa que o filme foi rodado no Rio de Janeiro e em São Paulo.
ACPJ/II indica a apresentação da ; como consultor e como secretária.
ALSN/DFB-LM grafa o nome de Ivi Guimarães Lins como e aponta distribuição da .
Brasil Cinema aponta argumento de ; grafa o nome de Amauri Alves como e também indica Ivan Guimarães Lins como um dos autores da música.

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Um comentário em “Vida e Glória de um Canalha (1970)

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.