fbpx

Viva Alfredinho! (2019)

Fundado em 1968, em diminutos 18 metros quadrados de Copacabana, o Bip Bip é patrimônio cultural carioca. O bar refletia o espírito de seu dono, o emblemático Alfredinho. O filme é um registro afetuoso do seu velório, cerimônia que começou na mesa do bar e tomou o Cemitério São João Batista de alegria e saudades em um sábado de carnaval.

Ficha Técnica

Por trás dos filmes, além dos atores, dos figurinos, das câmeras, da arte, do som e de outros elementos mais facilmente perceptíveis na construção qualquer longa metragem, há também um verdadeiro exército de profissionais dedicados a viabilizar cada detalhe do intrincado quebra-cabeça artístico, operacional, logístico e financeiro da produção audiovisual.

Veja logo abaixo a equipe técnica de Viva Alfredinho! (2019) que o portal História do Cinema Brasileiro pesquisou e agora disponibiliza aqui para você:

Direção: Roberto Berliner
Roteiro: Roberto Berliner
Produção: Roberto Berliner
Fotografia: Jacques Cheuiche, André Horta e Renato Carlos
Montagem: PABLO FRANCISCHELLI
Empresa Produtora: TVZERO

Brasil | Documentário | cor | DCP | 16 min. | 2019 | RJ

Bibliografia

Livros:

Internet:

FESTIVAL DO RIO. Viva Alfredinho!. Disponível no endereço: https://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/viva-alfredinho/
HISTÓRIA DO CINEMA BRASILEIRO. Viva Alfredinho!. Disponível no endereço: http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br//

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

3 comentários sobre “Viva Alfredinho! (2019)

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.