fbpx

Waldir de Pina

Biografia

Waldir Pina de Barros, em arte mais conhecido como Waldir de Pina, é um cineasta e diretor de fotografia brasileiro nascido em Cuiabá (MT) em 18 de setembro de 1951. Chegou a Brasília em 1964 e em 1970 ingressa na UnB, cursando cinema entre 1970/71 no Instituto Central de Artes da Universidade. Documentarista e Diretor de Fotografia, tem especial predileção pela fotografia.

Em 1974 começa a trabalhar como fotógrafo do Setor de recursos Audiovisuais do Ministério do Interior e depois como assistente de documentação fotocinematográfica do Governo do Distrito Federal. Em 1978 funda a Amplisom Comunicações, onde, por quatro anos realiza serviços gerais de fotografia, cinema e audiovisuais. Estreia como realizador em 1985, quando dirige seu primeiro filme, Mãos de Deus, em parceria com Luis Otávio Chaves, o filme fala sobre o artesanato no Vale do Jequitinhonha e é premiado na Jornada de Cinema da Bahia e em Brasília. Assina a fotografia de vários curtas para diretores de Brasília, durante os anos 80 e 90, assim como várias exposições de fotografias e audiovisuais. Ao longo de sua carreira recebe diversos prêmios como realizador ou fotógrafo. Seu primeiro longa é O Engenho de Zé Lins (2006), de Vladimir Carvalho, que assina em parceria com Walter Carvalho, Jacques Cheuiche e J.Carlos Beltrão. Na sequencia é o diretor de fotografia do longa Romance do Vaqueiro Voador (2006), de Manfredo Caldas.

Filmografia

1985- Mãos de Deus (CM) (dir., fot.) (codir. Luis Otávio Chaves); 1985/90-Heinz Forthmann (MM) (cofot. Tuker Marçal); 1987-Pantera Onça (CM) (fot.); Retrato Primeiro (MM) (dir., fot.); 1988-A Califórnia Brasileira (CM) (dir.); Agora Eu Sei (CM) (dir.) (I, II e III); É o Pau Que Rola (CM) (dir.) (codir. Luiz Chaves); Mulher d’Areia (CM) (dir.); Tecnológico de Brasília (CM); 1989-A Prática do Ensino (CM) (dir.); Abrolhos – Parque Nacional Marinho (CM) (fot.); O Programa Habilitação (CM) (dir.); Vila Velha: Preto x Branco (CM) (dir.); 1990Ava – Canoeiro: O Desfecho Final (CM) (dir.); Cadastramento de Terras (CM) (dir.); Contestado (CM) (fot.); Zanini (CM) (dir.); 1990/92-Conterrâneos Velhos de Guerra (cofot. Alberto Cavalcanti, David Pennington, Fernando Duarte, Jacques Cheuiche, Marcelo Coutinho e Walter Carvalho); 1991-Afo Oponja (CM) (fot.); 1993-A TV Que Virou Estrela de Cinema (fot.); 1994-Atheos (CM) (fot.) (cofot. Silas Siqueira); 1998-Negros de Cedro (CM) (fot.); Palestina do Norte: O Araguaia Passa Por Aqui (CM) (fot.); Por Longos Dias (CM) (fot.); 1999-O Toque do Tempo (CM) (dir.); 2000-Santo Antonio do Olho D’Água (CM) (fot.) (filmado em 1972 e finalizado em 2000); 2001-Passageiros de Segunda Classe (fot.) (cofot. Kim-Ir-Sem); 2002-Minha Viola e Eu: Zé Coco do Riachão (CM) (dir., fot.); O Chiclete e a Rosa (CM) (fot.); 2005-Cora Coralina – O Chamado das Pedras (CM) (dir.) (cofot. Odon Cardoso); 2006-O Engenho de Zé Lins (cofot. Walter Carvalho, Jacques Cheuiche e J.Carlos Beltrão); Romance do Vaqueiro Voador.

Bibliografia

Livros:

SILVA NETO, Antonio Leão da. Dicionário de Fotógrafos do Cinema Brasileiro. São Paulo: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2011.

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.