fbpx

Yurika Yamasaki

Biografia

Yurika Yamasaki é uma Figurinista, Cenógrafa e Diretora de arte brasileira. É irmã da cineasta Tizuka Yamasaki.
Cenógrafa do primeiro escalão do cinema e da televisão brasileira, tem uma obra extensa e diversificada da qual fazem parte filmes populares como os dos Trapalhões e da Xuxa, e filmes densos como Lavoura arcaica (2001), de Luiz Fernando Carvalho.
Começou carreira fazendo os figurinos para filmes como Tenda dos milagres (1976), de Nelson Pereira dos Santos; Idade da Terra (1978), de Glauber Rocha, e Eles não usam black tie (1980), de Leon Hirszman. Mas logo passou a acumular, além dos figurinos, a cenografia e a direção de arte.

Filmografia

:: Filmografia como Diretora de Arte ::

2011 :: O homem do futuro, de Cláudio Torres
2010 :: Aparecida, o milagre, de Tizuka Yamasaki
1999 :: Xuxa requebra, de Tizuka Yamasaki
1999 :: O Trapalhão e a Luz Azul, de Paulo Aragão
1997 :: O noviço rebelde, de Tizuka Yamasaki
1995 :: Fica comigo, de Tizuka Yamasaki
1991 :: Gaúcho negro, de Jessel Buss
1990 :: Sonho de verão, de Paulo Sérgio Almeida
1990 :: Lua de cristal, de Tizuka Yamasaki
1989 :: Os trapalhões na terra dos monstros, de Flávio Migliaccio
1988 :: O Casamento dos Trapalhões, de José Alvarenga Jr.
1988 :: Os heróis trapalhões, de José Alvarenga Jr. (este último dirigido com Wilton Franco)
1988 :: Super Xuxa contra Baixo Astral
1987 :: Leila Diniz, de Luiz Carlos Lacerda
1987 :: Os fantasmas trapalhões, de J.B. Tanko
1987 :: Sexo Frágil
1984 :: Patriamada, de Tizuka Yamasaki
1983 :: Bete Balanço, de Lael Rodrigues

:: Filmografia como Cenógrafa ::

2005 :: Gaijin – ama-me como sou, de Tizuka Yamasaki. Também colaborou no roteiro.
1987 :: Leila Diniz, de Luiz Carlos Lacerda
1987 :: Os fantasmas trapalhões, de J.B. Tanko
1983 :: Bete Balanço, de Lael Rodrigues
1982 :: Parahyba, mulher macho, de Tizuka Yamasaki. Prêmio de melhor cenografia no Festival de Brasília.
1981 :: Rio Babilônia, de Neville D´Almeida. Prêmio de melhor cenografia no Festival de Gramado.
1979 :: Gaijin, caminhos da liberdade, de Tizuka Yamasaki. Prêmio de melhor cenografia no Festival de Gramado.

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

3 comentários sobre “Yurika Yamasaki

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.